James Mangold fala sobre como Christopher Nolan inspirou Logan

 James Mangold fala sobre como Christopher Nolan inspirou Logan

James Mangold, conhecido por seu trabalho na Fox no filme Logan, comentou um pouco da idealização do último filme do mutante com Hugh Jackman no papel ao participar de uma live organizada pelo site ComicBook.com. Na entrevista, o diretor mencionou como o trabalho de Christopher Nolan à frente de Batman influenciou sua obra.

“Eu notei que os únicos filmes do tipo que me interessavam, que eu admirava ou tomava como exemplo eram os filmes de Christopher Nolan, que realmente me levaram para além do espetáculo. Era uma decisão bastante clara, de aplicar o cinema de gênero ao material, se fizesse sentido” conta Mangold.

Mangold comenta que dentro do cinema de heróis, onde os filmes cada vez mais pareciam iguais, o trabalho de Nolan foi na contramão ao trazer a temática super-heróica para dentro de um gênero cinematográfico e isso parecia o caminho certo. Logo, tal como a trilogia Batman teve inspiração de obras como Blade Runner e do cinema noir, Logan incorpora aspectos do cinema de faroeste dentro na narrativa, mais precisamente a obra Os Brutos Também Amam do diretor George Stevens.

“O meu ponto sobre os filmes de heróis é que não acho que exista um gênero ‘super-heróis’. Do ponto de vista criativo, em termos de criar um filme, existem tantos tipos de filmes de heróis quanto existem gêneros cinematográficos.” comenta o diretor. “Você pode fazer um filme de heróis de mitos, guerreiros e deuses. Você pode filmar um filme bíblico como uma obra de super-heróis (…). Como Christopher que fez um filme noir como um filme de heróis.”

As palavras de Mangold fazem sentido quando observamos como os filmes de heróis se expandiram e se tornaram obras de gêneros específicos. Mulher-Maravilha e o primeiro Capitão América são filmes de guerra, ao passo que O Soldado Invernal é um thriller de espionagem, enquanto Homem-Formiga é um filme de assalto e Homem-Aranha: De Volta ao Lar um filme adolescente ao estilo da obra de John Hughes, por exemplo.

“Nós vimos que os mais bem-sucedidos, na minha opinião, não falam para si ‘Estou fazendo um filme de super-heróis’. Eles levam isso para algo específico e eu acho que isso se aplica aos quadrinhos. Não acho que um quadrinista esteja satisfeito em apenas realizar uma história de super-heróis. Eles sempre adicionam um prisma através de uma história particular. Ao menos as histórias mais memoráveis que eu conheço tinham uma posição narrativa em termos do que eles tentavam fazer com os personagens.

Logan foi a última participação do ator Hugh Jackman como Wolverine. Após a compra da Fox pela Disney, os mutantes irão se juntar ao MCU e o personagem ainda não tem data ou ator definido para voltar aos holofotes.

Adam William

"Os filmes existem, é por isso que eu assisto!" Não é exatamente um "crítico de cinema", mas curte o termo "Filmmelier". Sonha em crescer e ser o Homem-Aranha um dia. Acredita que a vida não é sobre o quão forte bate, mas o quanto se aguenta apanhar. Mestre Pokémon, Sonserino e assíduo visitante da Terra Média.

Leia também